quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

JN no AR | RONDÔNIA em Estado de Calamidade na Saúde Pública - TV GLOBO



O Governador do Estado de Rondônia, Confúcio Moura, decretou Estado de Calamidade na Saúde Pública do Estado!

Os maiores hospitais de Rondônia funcionam nas mais deploráveis condições. Um verdadeiro atentado á dignidade da pessoa humana, uma vez que pacientes (pais de famílias e trabalhadores) devido à péssima estrutura e em alguns pontos a falta dela, são obrigados a ficar largados nos corredores e até mesmo na recepção do maior Pronto Socorro do Estado, o Hospital João Paulo II.

O problema existe há muito tempo, mas se intensificou nos últimos anos, devido à falta de respeito e responsabilidade de governos anteriores, como o do ex-governador Ivo Cassol e seu sucessor Cahulla. E mais revoltante é que esses governadores subestimavam nosso senso de inteligência e cidadania ao veicularem na TV propagandas dizendo que a Saúde do Estado havia melhorado nos seus governos, sendo que na prática aconteceu o contrário, e o povo sempre teve plena ciência disso... pelo menos os rondonianos mais atentos.

Quanto ao comentário do repórter no começo do vídeo quero fazer uma ressalva, ele diz que não aconteceu nada no estado que justificasse essa tragédia na Saúde Pública, entretanto existe sim justificativas, e muitas, uma delas foi a não preocupação dos administradores públicos (municipal, estadual e federal) em estruturar previamente o estado de Rondônia, especialmente a capital Porto Velho, para receber duas grandiosas obras de INTERESSE NACIONAL, as Unisnas Hidrelétricas do Madeira (a de Jirau e Santo Antônio), que atrairam milhares migrantes de todas as regiões do país, causando um inchaço populacional na região. Outra causa para esse absurdo na Saúde Pública Local foi a falta de respeito e responsabilidade de governos estaduais anteriores que visivelmente não investiram fielmente as centenas de milhões de reais destinadas à Saúde Pública Rondoniana.

Ainda bem que o povo reagiu nas urnas quando deu um BASTA ao governador que esteve oito anos atuando num governo negligente e omisso que ousava querer se reeleger. Parabéns povo rondoniano!

A reportagem é uma produção do:

Jornal Nacional
TV GLOBO
Rio de Janeiro
2011
Postar um comentário