sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Tá chegando 2011 ' ҉ ҉ '

ADEUS 2010! SEJA BEM VINDO 2011!
O ano que está ficando pra trás foi INTENSO... Coisas inacreditáveis aconteceram no mundo todo e realizações esperadas se tornaram realidade. Agora vamos receber 2011 com muita ESPERANÇA de que seja um ano melhor que o anterior, com muita SAÚDE, SOLIDARIEDADE, AMOR, SUCESSO E PAZ! Feliz 2011 a ToDoS!

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Sou Mais Rondônia | Usina Hidrelétrica de Jirau



Este é um vídeo institucional da Hidrelétrica de Jirau.Jirau é uma das duas grandiosas usinas hidrelétricas que estão sendo construídas no Rio Madeira, dentro do município de Porto Velho.

Consórcio Energia Sustentável do Brasil
Usina de Jirau
Porto Velho/RO - Amazônia - BRASIL
2010

sábado, 25 de dezembro de 2010

Elogio ao programa Caldeirão do Hulk Especial de Fim de Ano

Programa Caldeirão do Hulk gravado no Teatro Amazonas - Manaus/AM
 

De: Sáimon Rïver
Para: Serviço de Atendimento ao Telespectador - TV GLOBO

Saudações portovelhenses!

É com imenso prazer e contentamento que teço esse comentário sobre a edição especial de fim de ano do programa Caldeirão do Hulk, pois excepcionalmente nesta edição tão extraordinária o programa aconteceu em terra amazônica, o que é algo demasiado inusitado de se ver.

É tão raro uma grande empresa de entretenimento nacional se dar ao trabalho de vir à Amazônia gravar uma edição inteira de um programa. Postura essa que só corrobora para nosso sentimento de exclusão e marginalização pelo resto do Brasil, mas hoje percebi que vocês estão querendo mudar, e imagino que vão nos prestigiar mais vezes na programação dessa rede de TV.

É importante atitudes como essa, pois só assim teremos a Amazônia integrada por inteiro ao Brasil, isto é, não apenas politicamente (o que já o é), mas também cultural e socialmente. Ora, nós amazônidas também somos brasileiros e queremos ser aceitos e respeitados por todos, não queremos apenas ver o que o sul tem pra mostrar (como ocorre com a TV Aberta), mas também queremos ver o que temos aqui mostrado para o resto do país. Sei os desafios são grandes, pois o Brasil tem dimensões continentais, mas a TV GLOBO é a maior rede de TV da América Latina, o que nos fazer que vocês tenham condições e prestigio para conseguir por em prática projetos tão bonitos como esse.

Parabéns ao apresentador, mas mais especialmente a toda equipe técnica, e empresas privadas que estiveram empenhadas com dedicação, destreza e profissionalismo nesse projeto. Projeto este que esperamos acontecer muito mais vezes, e que adoraríamos que isso fosse algo mais comum, ao invés de muito esporádico.

Amazônia, terra na qual nasci e tenho orgulho de pertencer... tenho orgulho de ser amazônida e o que mais quero é ver essa terra de fato incluído num contexto global ao Brasil, que só parece fazer questão dizer ter essa região como sua quando se fala em Internacionalização, porém na prática deixa a desejar.

Amazônia. Conheça-a, respeite-a, proteja-a.

Parabéns novamente, e desejo que esse ano de 2011 seja de grandes e maravilhosas realizações pra todos!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

PaSsEiO RïVeR | Natal 2010 em Porto Velho【S.RÏVER】



FELIZ NATAL MERRY CHRISTMAS FELIZ NAVIDAD!

Quero que nesse Natal de 2010 você e sua família sejam imensamente abençoados por Deus, e que neste ano de 2011 sua vida seja agraciada com grandes e maravilhosas realizações.

Vamos renovar nossas esperanças, e continuar a desejar que a PAZ tome conta do coração de cada um de nós, pois só assim teremos um mundo mais JUSTO e FELIZ!

Boas Festas!!!!
________________________________
IN ENGLISH (Translation by GOOGLE)
________________________________
I want this Christmas 2010 you and your family will be greatly blessed by God, and that this year 2011 your life be blessed with great and wonderful achievements.

We renew our hopes, and continue to want to take care PEACE heart of each one of us, because only then will the world a fairer and happier!

Happy Holidays!!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Turma D-76 [2006.1] da Faculdade de Rondônia - FARO【S.RÏVER】



Depois de cinco longos anos é com imenso prazer que fiz este vídeo com algumas recordações da turma de Direito 76 da FARO que deixou de existir exatamente em 16 de dezembro de 2010 quando finalmente Colamos Grau nos sendo outurgado o título de Bacharéis em Direito.

A turma foi constituída no início do primeiro semestre do ano de 2006, e desde então fiz parte dessa turma, ao contrário de muito colegas que se juntaram a nós posteriormente. A Faculdade de Ciências Humanas, Exatas e Letras de Rondônia - FARO fica razoavelmente distante do perímetro urbano de Porto Velho, mais exatamente na Rodovia BR-364 sentido Cuiabá-MT, sendo que por boa parte de meus estudos me deslocava para o campus de ônibus, cujo itinerário dele era "Ulisses Guimarães via BR" (tempos difíceis, mas memoráveis).

Infelizmente não tive grandes vínculos de amizade com todos da turma, mas fico contente de ter encontrado algumas pessoas que realmente me farão muita falta... pessoas que tive a grata oportunidade de conhecer e me relacionar. Só espero fazer parte das lembraças delas tanto quanto elas farão parte das minhas.

Os últimos momentos na faculdade foram intensos pra mim, mas imagino que pra todos nós, até então acadêmicos. Foram muitas horas de atividades complementares a serem compensadas; audiências a serem assisitidas para o Núcleo de Prática Jurídica; a conclusão do Artigo; displinas normais a serem assistidas, com direito a provas e tudo; apresentação do Artigo junto à banca... enfim, foi muito intenso mesmo!

Entretanto todos esses "perrengues" foram superados no dia 16 de dezembro de 2010, quando em meio a uma solenidade emocionante fomos graduados. Hoje somos bacharéis em Direito, e a minha única esperança; meu único desejo e que Deus nos mostre um caminho a seguir e que ilume sempre nossas mentes para que façamos um bom trabalho.

Parabéns aos ex-acadêmicos da D-76, e aos demais que se formaram nesse dia memorável para todos nós!
________________________________
IN ENGLISH (Translation by GOOGLE):
________________________________
After five long years is with great pleasure that made this video with some memories of the Class of Law 76 of FARO who left there at exactly December 16, 2010, when finally We glue outurgado Degree and was the title of Bachelor of Laws.

The gang was formed early in the first half of 2006, and since then I was part of this group, unlike many colleagues who joined us later. The Faculty of Humanities, Exact Sciences and Letters of Rondônia - FARO is fairly far from the urban area of Porto Velho, more precisely in the way BR-364 Cuiabá-MT, and a good part of my studies I moved to the campus bus , where his itinerary was "Ulysses Guimarães by BR" (hard times, but memorable).

Unfortunately I did not have great bonds of friendship with all the class, but I'm glad to have found some people who really make me miss ... people who had the chance to meet and interact. I just hope part of their memories as they will be part of mine.

The last moments in college were intense for me, but I think for all of us, until then academics. There were many hours of additional activities to be compensated; hearings to be assisitidas for the Center for Legal Practice, the conclusion of the article; displinas normal to be assisted, with the right evidence and all, presentation of the Article together with banking ... Finally, it was very intense!

However all these "hassles" were resolved on 16 December 2010, when amid an emotional ceremony were graduates. Today we are law graduates, and my only hope, my one desire and that God will show us a way forward and that always illuminated our minds so we can do a good job.

Congratulations to former students of the D-76, and others who graduated that day memorable for us all!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Cantata de Natal 2010 | Porto Velho 【S.RÏVER】



No dia 12 de dezembro de 2010 aconteceu a Cantata Anual de Natal da cidade de Porto Velho. O evento aconteceu na Av. Dom Pedro II, mais exatamente entre a Catedral Matropolitana Sagrado Coração de Jesus e a Prefeitura Municipal.

A Cantata de Natal teve início após o término da missa dominical na catedral, e teve a participação de muita gente. A movimentação de portovelhenses e turistas no evento foi muito intensa, tanto no espaço destinado aos espectadores quanto pelos gramados em frente à Prefeitura, que nessa época do ano encontram-se repleto de enfeites natalinos.

Se apresentaram no palco, entre outros, o Coral da Melhor Idade do SESC (formado por senhoras que encontraram no canto um forma de descontração), um grupo de alunos da Escola Municial de Música, além de muitos outros corais de entidades públicas e privadas.

É muito bom ver que a população de Porto Velho nos últimos anos está cada vez mais disposta a prestigiar eventos cívicos e culturais, o que possivelmente decorre das várias opções de eventos que estão recebendo maiores investimentos e atenção do Poder Público. E a tendência é que essa postura do povo portovelhense melhore ainda mais!
________________________________
IN ENGLISH (Translation by GOOGLE)
________________________________
On December 12, 2010 happened to the annual Christmas Cantata city of Porto Velho. The event was held at Avenida Dom Pedro II, more exactly between the Cathedral Matropolitana Sacred Heart of Jesus and the Municipality.

The Christmas Cantata was started after the Sunday Mass at the cathedral, and was attended by many people. Moving portovelhenses and tourists at the event was intense, both in space for spectators as the lawns in front of City Hall, which at that time of year are full of Christmas decorations.

Performed on stage, among others, the Choir of Golden Age of SESC (formed by women who found a way in the corner of relaxation), a group of students Municial School of Music, and many other choirs from public and private entities.

It's great to see that the population of Porto Velho in recent years is increasingly willing to honor cultural and civic events, possibly stemming from the various options for events that are getting more investment and attention from the government. And the trend is that the attitude of the people portovelhense improve even more!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Reinauguração da Praça Madeira-Mamoré 2010 【S.RÏVER】



Na tarde de domingo do dia 05 de dezembro de 2010 parte do acervo da Ferrovia Madeira-Mamoré foi entregue à população portovelhense pela Prefeitura Municipal de Porto Velho. Trata-se da praça Madeira-Mamoré, que após um bom período de reforma finalmente está aberta à visitação, mesmo sem estar com tudo concluído.


De acordo com uma grande placa (na entrada da praça), a empresa contratado ainda estaria dentro do prazo, uma vez que tal placa diz que a data de conclusão da obra estaria prevista para fevereiro de 2011... mas pelo visto, como se fosse um presente de Natal, a Administração Municipal resolveu reinaugurar antes.

A praça está de cara nova, bem mais confortável e convidativa, com um grande gramado, árvores e sem aqueles quiósques nada familiares, além da estação ferroviária (onde se vendia artesanato) ter sido toda reformada, entre muitos outros atrativos, como o maior deles (que dispensa qualquer obra humana) o rio Madeira.

Com a recuperação da praça o Museu da Madeira-Mamoré, que funciona dentro de um dos galpões recuperados, também voltou a funcionar, recebendo muitos visitantes nesse domingo, e mais, os passeios de barco aos poucos estão voltando à normalidade, com o percurso que saindo da praça até às obras da UHE de Santo Antônio.

A triste realidade é que toda essa beleza está com DIAS contados... sim, pois daqui a pouco tempo vândalos vão começar a depredar esse espaço recém reinaugurado, tendo em vista que a Prefeitura de Porto Velho não tem uma guarda municipal que vise coibir esse tipo de prática.
PS: o mais grave é saber que boa parte dos pixadores e destruidores dos espaços públicos do centro de Porto Velho são ESTUDANTES!


ENGLISH: GOOGLE TRANSLATION

On Sunday afternoon the day December 5, 2010 part of the collection of the Madeira-Mamore Railway was handed over to the population portovelhense by the Municipality of Porto Velho. This is the Madeira-Mamore square, which after a long period of retirement is finally open to visitors, without even being done with everything.

According to a large plate (near the square), the company would still be hired by the deadline, as this sign says that the date of completion was scheduled for February 2011 ... but it seems as if it were a Christmas present, the city government decided to re-inaugurate before.

The square has a new look, more comfortable and inviting with a large lawn, trees and anything without those kiosks, and vehicular and railway station (where they sell crafts) have been fully renovated, among many other attractions such as the largest of them (exempting any human endeavor), the Madeira River.

With the recovery of the square of the Madeira-Mamore Museum, which runs inside one of the sheds recovered, also returned to work, receiving many visitors this Sunday, and more, the boat trips are slowly returning to normal, with the route that from the square to the works of St. Anthony of HPU.

The sad reality is that all this beauty is counted with DAYS ... yes, because in short order vandals will start trashing this space recently reopened in order that the municipality of Porto Velho has a municipal guard which is intended to curb such practice.

PS: the worst is knowing that most of the writers and destroyers of public spaces in downtown Porto Velho are STUDENTS!

domingo, 5 de dezembro de 2010

I Corrida com o MP por uma Causa 【S.RÏVER】



Aconteceu nessa manhã de domingo (05.12.2010) a 1ª Corrida Com o MP por uma Causa. O evento foi realizado pelo Ministério Público do Estado de Rondônia, e teve a participação de muitos atletas (profissionais, paraolímpicos, amadores, e muuuito amadores - o meu caso), além de crianças e pessoas da melhor idade.

A maioria dos participantes receberam uma camiseta com os dizeres da causa porque corriam, a minha era "CONTRA A CORRUPÇÃO", mas havia outras "CONTRA A PEDOFILIA", "CONTRA O NEPOTISMO", "CONTRA A AGRESSÃO AO MEIO AMBIENTE"...

O ponto de partida e chegada foi a própria sede do Ministério Público, e o percurso foi de 6 km, passando por ruas e avenidas da Zona Norte e Central da capital rondoniana, sendo essa vias controladas por policiais da Cia de Trânsito da Polícia Militar e soldados do Exército.

Vale dizer que o MP-RO contou também com o apoio do Corpo de Bombeiros, que destacou uma ambulância para atender qualquer ocorrência com algum atleta.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

TURMA DE ARTES CÊNICAS TERMINA TRABALHOS COM ESPETÁCULO TEATRAL


Nos dias 04 e 10 de dezembro, no Centro de Formação de Professores de Porto Velho estará em cartaz o espetáculo teatral A Casa de Bernarda Alba, de Frederico Garcia Lorca.

Frederico García Lorca
A Casa de Bernarda Alba será dirigida em Porto Velho por Jória Lima, entretanto a peça teatral data de 1936, sendo é a última peça, e a terceira da trilogia de dramas folclóricos, do escritor espanhol Federico García Lorca. Compõem a trilogia as peças Bodas de Sangue(1933) e Yerma (1934).

A peça teatral teve sua montagem de estréia apenas em 1945, em Buenos Aires, cidade na qual Lorca passara cinco meses em 1933, e só viria a ser encenada na Espanha no ano de 1964.

Confira logo abaixo algumas imagens da peça encenada em por diferentes elencos e em lugares diversos.





sábado, 27 de novembro de 2010

Natal 2010 no Porto Velho Shopping【S.RÏVER】



Acompanhe nesse vídeo ao som de "Bate o Sino" (tradicional canção de natalina) imagens da decoração para este Natal de 2010 do Porto Velho Shopping, cujo tema é "Urso Polar".

Além de contar com uma grande árvore de Natal e enfeites diversos sobre o tema, o shopping conta com a presença do Papai Noel e também com vários ursos polares de mentira, que por se mexerem chegam muito próximo à realidade.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

JOVENS INFRATORES DE "CLASSE MÉDIA ALTA... NA PRÁTICA: CRIMINOSOS

 

Recentemente foi noticiado o caso de jovens de classe média alta que espancaram barbaramente (14.11.2010) pelo menos três pessoas em plena Av. Paulista em São Paulo. Os jovens estavam em cinco, e segundo a imprensa, trajavam roupas de grife, sendo segundo ataque o mais covarde, pois um dos jovens agrediu o estudante de jornalismo Luiz Alberto, 23 anos, com duas lâmpadas fluorescentes, ferindo gravemente o rosto do rapaz. E segundo testemunhas existe a suspeita de que os rapazes da primeira agressão foram vítimas de homofobia.

Rapaz agredido covardemente com lâmpadas fluorescente no rosto.


O grupo de jovens agressores foi detido, mas já se encontram em liberdade. Vale salientar que quatro dos delinqüentes são menores de idade... (cheiro de impunidade no ar).
Esse não é o primeiro caso em que jovens são autores de práticas criminosas, sim, pois apesar de nesse caso grande parte dos marginais serem menores de idade, a conduta praticada é tida como crime, aliás, crimes, mas vamos ficar apenas com a “lesão corporal” que é mais perceptível. Em Brasília o caso dos adolescentes classe média alta que atearam fogo num índio que dormia numa parada de ônibus alarmou a sociedade brasileira na época, porém, casos como esse ainda devem acontecer Brasil afora, apenas não são explorados pela mídia.

O índio pataxó Galdino José dos Santos foi queimado vivo enquanto dormia num ponto de ônibus por jovens de classe média alta de Brasília. Os assassinos alegaram que imaginaram se tratar de um morador de rua (como se fosse lícito matar moradores de rua).

O mais curioso é o fato dos autores dessas práticas de violência e brutalidade serem praticadas por jovens de “classe média alta”, o que faz cair por terra o argumento de que jovens pobres são mais suscetíveis à marginalidade, aliás, é até um mínimo tolerável acreditar que um jovem pobre acabe tendo esse tipo de comportamento, uma vez que é sabido da grande dívida que o Estado tem para com as classes menos favorecidas, pois são bem mais dependentes de assistência estatal que as classes sociais mais altas, carecendo primordialmente de uma educação de qualidade, mas também de oportunidades e serviços que deveriam ser oferecidos com eficiência pelo Poder Público, entretanto no nosso país a má qualidade ou mesmo a ausência disso tudo chega a ser a regra.

Escolas com o mínimo de condições estruturais para oferecer uma educação de qualidades às crianças.

A omissão do Estado afeta até mesmo a família, e olha que esta instituição deveria ser zelada e protegida pelo próprio Estado, por exemplo, os pobres que não tem condições de pagar uma babá para cuidar de seus filhos pequenos geralmente não encontram creches públicas nas proximidades de sua casa, sendo obrigados a deixarem seus filhos sozinhos. É claro que nenhum pai ou mãe conseguem ficar tranqüilos sabendo que seus filhos estão em casa desamparados, entretanto a necessidade justifica, pois precisam trabalhar para garantir o sustento da família. Com isso os pais, mesmo sem querer, acabam se tornando ausentes na educação dos filhos, e muitas das vezes não acompanham o crescimento tampouco conseguem saber com quem seus filhos se relacionam.

Por outro lado é muito difícil aceitar que um jovem de classe média alta pratique condutas como essas que nos assombram sociedade e é repudiável por qualquer pessoa que tenha o mínimo de humanidade; comportamentos que não condizem com pessoas da classe social que ocupam, ora, esses jovens tiveram oportunidades de uma educação de qualidade em escolas particulares, oportunidades de lazer saudáveis e qualificação, como cursos profissionalizantes ou mesmo de idiomas, logo era de se imaginar que fossem inteligentes e dotados de bom senso (como a maioria deles),e ainda, geralmente depois de crescidos os jovens de classe média alta continuam tendo suas vontades (por mais fúteis ou supérfluas que sejam) supridas pelos seus pais, coisa que jovens pobres não têm, o que propicia que os mesmos teoricamente sejam cada vez mais empurrados para o mundo da criminalidade (o que não justifica, uma vez que comportamento tem mais a ver com caráter, entretanto essa questões ambientais devem também ser consideradas pois em terminadas situações são mais determinantes).

Ao passo que é de certa forma menos grave jovens pobres serem delinqüentes, é gravíssimo e quase que inaceitável jovens de posição econômica razoável espancarem pessoas sozinhas em bando, pois é um comportamento digno de um animal sem um mínimo de racionalidade. Aliás, animais irracionais geralmente têm motivos para atacarem. E esses delinqüentes juvenis? Nem isso tem. O que os tornam piores... E somado com a covardia de se juntarem em bando para atacar uma única pessoa, os tornam inferiores.
Em Porto Velho é comum ver no final das noites jovens com seus carros, ou os de seus pais mais irresponsáveis ainda, dirigindo em alta velocidade pelas ruas e avenidas da cidade. E pra piorar, consumindo bebida alcoólica. É como se as leis de trânsito fossem suspensas a partir de determinada hora da noite em Porto Velho, e somada à fiscalização quase inexistente ou mesmo muito ineficiente na cidade nesses horários, torna tudo muito perigoso.
Acidentes envolvendo jovens condutores e bebidas alcoólicas são comuns em Porto Velho, e particularmente, por mais desumano que pareça, lamento muito se em um desses acidentes um patrimônio público, como um poste, for danificado. Ora, os jovens não são crianças, aliás, fazem questão de não serem comparados como tal, então resta claro que os mesmos tem ciência que bebida alcoólica e direção não são nada recomendáveis, porém, se eles insistem nisso é sinal que tão procurando se “sarna para se coçarem” ou até mesmo morte. Se eles não têm pena deles mesmos, eu sinto muito, mas não vai ser eu que vou ter. Ao contrário, pois além de colocarem a vida deles em risco, colocam também as de outras pessoas. Imagine uma mãe e seus filhos dormindo, quando de repente um carro derruba a parede matando seus filhos, e no automóvel um grupo de jovens embriagados que saem praticamente ilesos. Isso é revoltante!

Na minha grosseira opinião queria que aquela quadrilha (pois na prática é o que aqueles jovens formaram, apesar de teoricamente não ser considerado assim) detida em São Paulo por espancar covardemente um rapaz e outras de casos análogos recebessem um castigo semelhante ao ato que praticaram, isto é, deveriam levar uma surra da polícia pra aprenderem a ser homens. Pena que isso seria abuso de autoridade, mas confesso que possivelmente se fosse delegado, ficaria tentado a fazer vista grossa se policiais chegassem à delegacia com “playboys” arrebentados, pois se eles nunca apanharam em casa, quando faziam algo de errado a fim de serem corrigidos, então nada mais tolerável que apanhem da polícia quando transgredirem a lei.
Fico imaginando como será se abolir a palmada como meio corretivo nas crianças... Claro que sou radicalmente contra as surras e espancamentos de crianças, mas sou a favor de umas boas palmadas para corrigir comportamentos negativos de uma dos pequenos. Elas precisam saber que seus atos têm conseqüências que nem sempre são boas. Assim adquirem responsabilidades, e aprendem a pensar antes de agirem, diferente de quando uma criança apresenta desvio de comportamento e seus pais se desatam a achar aquilo engraçado; “passam a mão na cabeça”. Quem cresce assim não tem limites em seus atos, pois quando crescem ainda carregam essa mentalidade.


O Estatuto da Criança e do Adolescente é outro lei que está muito atrasada à realidade atual e precisa ser urgentemente revisto, pois acoberta verdadeiros “criminosos juvenis”. É comum ouvir da própria boca de alguns adolescentes infratores que eles se sentem à vontade para realizar condutas criminosas porque sabem que não serão punidos exemplarmente por estarem ainda na condição de “menor”. O ECA deveria ser reformulado e atualizado à realidade que estamos vivendo hoje, onde adolescentes não são mais tão ingênuos e inocentes quanto aos de épocas passadas. Esse estatuto deveria ser mais direcionado às crianças, e não mais a jovens a adolescentes que apesar de esclarecidos (graças às inúmeras modalidades de modalidades de disseminação de informação) estão cada vez mais indisciplinados e agressivos.

Deixando um pouco de lado as lamentáveis condições do Sistema Carcerário Brasileiro, casos como esses que estão acontecendo nos faz pensar sobre a diminuição da maioridade penal no Brasil, entretanto sou a favor de punir transgressores de qualquer idade, desde que avaliada a mentalidade do autor, a fim de verificar se o mesmo tem discernimento do que é certo ou errado, permitido ou proibido. Essa seria a maneira ideal de atribuir responsabilidade penal alguém, pois em vez de delimitar isso a uma faixa etária corremos o risco de punir rigorosamente um e mais brandamente outro. O que quero dizer é que boa parte dos jovens com menos de 18 em épocas atuais têm plena consciência do que certo ou errado, bem como suas conseqüências, tanto que alguns já podem inclusive votar (o que é uma grande responsabilidade), logo deveriam ser punidos na medida de sua consciência sobre o ato ilícito que praticaram, isto é, deveriam ser punidos de acordo com o Código Penal, mas não como pessoa adulta, e sim como pessoa ciente de seus atos e do ônus que acarreta.
Mas tudo isso precisa ser amplamente discutido, e também é aí onde está o problema. A sociedade brasileira não tem paciência para discutir assuntos como esses, cabendo aos legisladores discutirem isso. E por mais que a teoria insista que nossos legisladores são representantes do povo isso na prática é uma grande inverdade, pois resta claro que os mesmos em sua maioria legislam em causa própria ou para poucos. A sociedade e a cultura brasileria está cada vez pior, ora, uma sociedade inerte às atrocidades e absurdos que chegam ao seu conhecimento, e um povo que acha normal um “político roubar mas fazer alguma coisa”, e mais, aceitar que um menor de idade subtraia coisas, espanquem e até mesmo matem pessoas sem serem rigorosamente punido; ou ressocializados.
Infelizmente não sei me expressar muito bem, e sou sensato o suficiente para afirmar que por escrito me expresso pior ainda. Entretanto imagino que mesmo de forma complicada tenha conseguido transmitir alguma coisa sobre o que penso acerca dessa questão, que por sua vez deveria ser muito discutida, tendo em vista que envolve algo muito além que expus aqui. Caso tenha um posicionamento diferente (e imagino que muita gente o tenha... quase todo mundo) adoraria receber comentários ou críticas, que por sua vez costumam ser sempre construtivas, mesmo que negativas.

JORNAL DA GLOBO
23 de novembro de 2010 - 23:23  PVH

Por determinação da Justiça os menores envolvidos no espancamento de pessoas em São Paulo retornaram para a Fundação Casa (abrigo destinado a acolher o menor infrator... uma espécie de "presídio" para menores), e o único maior de idade foi indiciado como incurso no crime homicídio tentado. A determinação judicial foi motivada pelo surgimento de vídeos (provas indismentíveis) onde aparecem os jovens baderneiros estourando duas lâmpadas fluorescente no rosto de um rapaz e outro vídeo que mostra os cinco garotos espancando um único rapaz.

domingo, 21 de novembro de 2010

E se Harry Potter tivesse seu enredo ambientado no Brasil?!!!


Por: Arthur Yoffe - Cinema com Rapadura:

Com a estréia de “Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1” não se fala de outra coisa no Twitter. A mais recente febre é a tag que está dominando os tópicos dos assuntos mais comentados da rede: #SeHarryPotterFosseBrasileiro. Basicamente, você tem que encaixar a tag com algum assunto relacionado a saga do bruxo ao Brasil.

E se Harry Potter tivesse seu enredo ambientado no Brasil? Veja os comentários que rolaram no Twitter (atenção para o humor negro)!

"Ele subiria na vassoura e gritaria: - É nóis que voa, bruxão!".

"A banda preferida de Lord Voldemort seria INIMIGOS DO HP".

"Os filmes seriam 'A Pedra do Crack', 'A Câmara de Gás', 'O Prisioneiro do Carandiru' e 'O Cálice Ou Eu te Mato'".

"O Rony se chamaria Ronyscleidson Wesley da Silva, e teria entrado em Hogwarts pelo PROUNI".

"A Murta-Que-Geme seria uma garota que fora estuprada e morta na escola que nunca acharam o corpo".

"Ligaria para o “Fala Que Eu Te Escuto”, porque o pastor disse que tem “feitiço” amarrando a vida dele".

"Harry Potter compraria a Nimbus 2000 nas Casas Bahia, em 24x sem juros, com primeira parcela para 2011".

"Usaria cachecol colorido, tava numa série tosca da MTV, teria twitter e chamaria as seguidoras de #mores".

"A tia que vende doces no trem ia gritar “MINDUIM 50 CENTAVOS MINDUIIIIM”.

"Hogwarts teria pixações de pintos nos banheiros".

"A Rita Cadillac faria show em Azkaban".

"Todos os jogos entre Sonserina e Grifinória daria em briga na torcida!"

"O Harry Potter já teria comido a Hermione no primeiro filme".

"O beco diagonal seria a 25 de março!"

"Teríamos 190 milhões de técnicos de quadribol".

"Lord Voldemort teria se imortalizado criando seis 'Orkuts'”

"Lúcio Malfoy seria a nova loira do Tchan".

"Todos os atores seriam sondados para a próxima edição de A Fazenda".

http://cinemacomrapadura.com.br/livros/180074/brasileiros-emplacam-mais-uma-tag-no-twitter-agora-sobre-harry-potter/
http://cinemacomrapadura.com.br/imagens/2010/11/harry-potter-brasileiro.jpg

Promoção Tuchaua: o sabor da Amazônia



Pode ser no Amazonas, no Pará, em Rondônia, em Roraima, no Amapá ou no Acre, o Guaraná Tuchaua é tradição em sabor de Guaraná. Seja garrafa pet ou na latinha, o Guaraná Regional de Verdade proporciona o sabor ideal para todas as horas. Mas, para o Guaraná Tuchaua, isso não basta, mano! Por isso o Guaraná Regional de Verdade resolveu ficar mais próximo dos seus consumidores, dos apreciadores de um bom Guaraná da Região, daqueles que sentem saudades dele. E agora o Guaraná Tuchaua está promovendo ações promocionais online para interagir com os bons maninhos da terra através do Twitter, Orkut ou YouTube.

A campanha conta também com um hotsite, onde você pode acessar o regulamento das promoções. Ao total, são cinco prêmios: quatro iPods Suffle e um iPad. Os iPods são sorteados através de perguntas regionais ou sobre o Guaraná e tem duração de uma semana. Para cada pergunta realizada no perfil do Guaraná Tuchaua no Twitter, a melhor resposta leva o prêmio. Até agora dois iPods foram entregues e a promoção do terceiro foi iniciada nesta terça-feira e encerra dia 23 de novembro. Já o iPad, por representar a promoção final, será sorteado apenas no dia 26 de novembro. Para concorrer, os interessados devem enviar uma lenda que conte sobre o surgimento do Guaraná Tuchaua via Orkut ou YouTube.

Para mais informações acesse:


Abraços,
 
Equipe Guaraná Tuchaua.
____________________________________________

sábado, 20 de novembro de 2010

Rondônia by Porto Velho Shopping



Este é um excelente documentário feito pelo Porto Velho Shopping.

O vídeo mostra de maneira clara o desenvolvimento recente do estado de Rondônia, em especial o avassalador crescimento da capital Porto Velho.Com a vinda de grandes empreendimentos, sendo um deles o do próprio shopping center, Porto Velho e região está vivendo um ótimo momento (em termos) em sua história, bastando apenas aos administradores públicos locais saberem aproveitar essa oportunidade visando a consolidação desse desenvolvimento a fim de que se sempre contínuo.

Todos os direitos reservados ao Porto Velho Shopping e ao grupo ANCAR (administrador do shopping).


Localização: Av. Rio Madeira com Av. Calama, bairro Flodoaldo Pontes Pinto - Porto Velho/RO.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

FEIRON 2010 INTERNACIONAL【S.RÏVER】



A IV FEIRON 2010 INTERNACIONAL (Feira da Indústria de Rondônia) foi realizada pela Federação das Indústrias do Estado de Rondônia - FIERO, recebeu vários empresários de diversos lugares e segmentos, com stans repletos de produtos e novidades, além de palestras com renomadas personalidades.

Um dos principais assuntos discutidos foi a tão falada estrada do pacífico, que promete integração e desenvolvimento do extremo oeste do Brasil (RO e AC) com países andinos.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Penitenciária de Segurança Máxima José Mário Alves da Silva, de Porto Velho

A penitenciária ainda não está em condições ideais, entretanto apresenta significativas melhoras.


Você conhece a penitenciária de segurança máxima José Mário Alves da Silva? Não? E o “presídio Urso Branco”? Também não? Pois bem, então vamos tecer alguma coisa sobre essa unidade prisional.

A penitenciária José Mário Alves homenageia com seu nome um dos mais importantes secretários de Segurança Pública do Estado de Rondônia, e é popularmente conhecida como “Presídio Urso Branco”.

A unidade foi o maior, e hoje deve figurar como um dos maiores estabelecimentos penais do Norte do Brasil, estando localizado na região norte do município de Porto Velho e razoavelmente distante do centro da cidade, como determina a Lei de Execução Penal. Em suas proximidades encontram-se outras unidades prisionais, fazendo do local o Complexo Carcerário de Porto Velho.


O que tornou o presídio José Mário Alves muito conhecido em nível internacional foram as sangrentas rebeliões que aconteceram em suas instalações nos primeiros anos dessa década de 2010, sendo que a mais aterrorizantes foram as de 2002 e 2004.


A rebelião de 2002 teve início quando alguns presos tentaram fugir do presídio ameaçando matar outros presos. Diante da situação o Juiz de Execução Penal determinou que os presos de confiança (aqueles de ínfimo grau de periculosidade que executam serviços de manutenção na penitenciária) e os presos do seguro (aqueles ameaçados por terem cometido crimes repudiáveis inclusive pelos demais presos, como estupro ou pedofilia) fossem recolhidos a fim de resguardar a integridade dos mesmos.

Além de executar a determinação do juiz, o grupo de intervenção também isolou os presos mais perigosos em celas externas nas proximidades da área administrativa, ao passo que colocaram os presos de confiança e do seguro dentro dos pavilhões. Porém a idéia não foi uma das melhores, pois rivais haviam sido colocados no mesmo espaço, então no final da noite de 01 de janeiro de 2002 os presos começaram uma rebelião dentro dos pavilhões. A tropa de choque da Polícia Militar só entrou no presídio na tarde do dia 02 de janeiro, conseguindo controlar a situação, entretanto o acontecimento rendeu na morte de (segundo a SEAPEN atual SEJUS/RO) 45 presos por meio de golpes de chuços, decapitações e mutilações. Mais tarde a então SEAPEN retificou o anúncio para 27 mortes, porém mais tarde outros corpos foram encontrados em estado de alta decomposição.


Em 2004 a revolta aconteceu depois que presos mantiveram parentes reféns num dia de visitação, exigindo que o Diretor da unidade prisional deixasse o cargo. Com o assassinato de um dos presos pelos demais, e equipe de negociação resolveu suspender a alimentação e o fornecimento de água. Tempo mais tarde um preso apareceu no alto da caixa d’água com a cabeça degolada de uma pessoa. A situação era tida como muito grave pelos representantes do Estado, o que piorou quando no terceiro dia de rebelião os rebelados fizeram outra vítima no alto da caixa d’água, diante das pessoas e da imprensa que acompanhava o acontecimento.

No dia seguinte a negociação continuava em andamento, e os presos exigiam além da exoneração do Diretor a presença do Governador do Estado. Cerca de 820 presos dominavam a penitenciária e corpos permaneciam pendurados na caixa d’água. Apenas seis dias depois do início da rebelião um acordo com várias exigências dos presos foi assinado, acabando com a revolta, porém deixando lamentáveis resultados. Muitas mortes e sérios danos nas instalações da unidade prisional.

Apenas em maio de 2010 aconteceram os julgamentos dos presos responsáveis pelo massacre da rebelião de 2002, sendo os referidos presos julgados novamente pelo Tribunal do Júri. Uns foram absolvidos e outros receberam alguns séculos de prisão, mais exatamente houve condenações de mais de 400 anos de prisão... Entretanto sabemos que essa pena é apenas virtual ou teórica, porque na prática nossa legislação penal brasileira impede que qualquer preso passe de 30 anos de prisão.



Aproximadamente seis anos depois (25/10/2010), a fim de colher materiais para a confecção do meu artigo de conclusão de curso de Direito, tive a oportunidade de visitar o “presídio Urso Branco”.


Eu e meu colega de faculdade, Sr. Pedro Roberval, fomos recebidos pelo Diretor Geral da penitenciária, Sr. Jorge Alexandre Franco, aliás, fomos muito bem recebidos, com uma atenção que sinceramente não esperávamos ter naquele lugar.

O então diretor tirou nossas dúvidas e mostrou um pouco do presídio em uma rápida caminhada pelas dependências da penitenciária, ocasião em que constatamos que o lugar que foi palco de acontecimentos tão cruéis não está muito bom, entretanto está bem melhor do que foi num passado não muito distante.

A estrutura do conjunto de prédios ainda deixa a desejar, entretanto os projetos e a administração do “Urso Branco” estão tendo resultados significativamente positivos. Percebemos que alguma coisa de fato está sendo feitas para afastar a sombra daqueles acontecimentos, bem como evitar que eles voltem a assombrar aquele lugar.

No rápido passei nos foi apresentada a rústica escola que existe no presídio, bem como a biblioteca, e também um espaço que nos surpreendeu... Uma oficina de arte, onde encontramos alguns presos, jovens, pintando belos quadros em tela... A cena por alguns minutos nos fazia esquecer que estávamos num lugar tão triste e desolador.



Também nos foi mostrado um grande salão, que segundo o Diretor é usado para reuniões de considerável número de presos, como missas (que são esporádicas no presídio) e cultos.

A parte mais empolgante do passeio, mas não muito agradável foi nossa entrada no rol de um dos pavilhões (por segurança não podíamos entrar propriamente dito do pavilhão), onde o sentido mais provocado naquele lugar era o olfato. Antes mesmo de entrar no rol já sentíamos um cheiro desagradável que só se intensificando quando íamos entrando. O odor é muito fétido e estranho, pois nunca havia sentido algo igual. Aquele cheiro inclusive me deixou com o estomago embrulhado durante algumas horas.



No retorno para a área administrativa visitamos as celas onde supostamente os presos perigosos foram remanejados na rebelião de 2002, onde hoje ficam ou os presos do seguro ou os presos de confiança (conhecidos como “celas livres”). No local encontramos roupas penduradas, colchonetes e várias coisas em meio a uma certa desordem, natural para um lugar onde ficam vários homens.

Com essa rápida volta pelas dependências do presídio José Mário Alves, reitero o que disse anteriormente. O presídio não tá ótimo, mas tá em condições melhores em relação à época em que aconteceram aquelas rebeliões, que por sua vez, chamaram a atenção do mundo para Rondônia. A Justiça Global e Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Porto Velho denunciaram os casos à Corte Interamericana de Direitos Humanos (da Organização dos Estados Americanos) que impôs algumas sanções ao Brasil em virtude dos acontecimentos.


Hoje, segundo o Diretor do presídio, mensalmente uma equipe da Corte Interamericana destacada de Brasília visita a unidade prisional para acompanharem os trabalhos e a aplicabilidades das determinações proferidas por aquela Corte.

Faz anos que nunca mais houve qualquer rebelião por lá, e também o número de homicídios tem caído bruscamente, o que é menos preocupante, apesar da meta ser reduzir isso a zero. Outra expectativa é acabar com a superlotação ainda existente no estabelecimento prisional, o que por sua vez já está acontecendo, gradativamente. O Presídio Federal de Rondônia já está em funcionamento, porém geralmente recebe os presos do sistema carcerário de estadual de Rondônia para fins de correição e em caráter provisório. Então resta-nos esperar que um dia consigamos ter um sistema que de fato reabilite seus custodiados, para que ao final da execução penal retornem para o meio social preparados para viverem harmoniosamente com os demais do povo, o que sabemos que é algo que não acontece em regra, mas tão somente como exceção.


Fontes:
Penitenciária Jósé Mário Alves da Silva;
Urso Branco: a institucionalização da barbárie.

domingo, 7 de novembro de 2010

Passeios Rïver 10 e 11.2010【S.RÏVER】


Esse vídeo-álbum mostra ao som de Stereo Love, by Edward feat. Vika Jugulina, fotos minhas pela cidade de Porto Velho, feitas em 29 de outubro e 01 de novembro de 2010. Os lugares visitados são: o Centro Empresarial Porto Velho - que tem apenas 11 andares, mas com o elevador panorâmico e ao último andar um hall de vidro, possibilita que qualquer visitante faça belos registros do centro da capital rondoniana; e também nesse vídeo-álbum apresento fotografias da praça Madeira-Mamoré - que está na reta final do processo de revitalização... falta só o bendido dec ficar pronto para a praça ser reinaugurada.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

JI-PARANÁ Rondônia / Brasil【S.RÏVER】

Conhecida como "Coração de Rondônia", Ji-Paraná é a segunda maior cidade do estado de Rondônia em importância, ficando atrás somente da capital Porto Velho.

A cidade é dividida em dois distritos, separados pelo rio Machado e ligados por uma ponte da rodovia BR-364.

O rio Machado, também conhecido como Ji-Paraná, é maior rio genuinamente rondoniano, nascendo no sul do estado e desaguando no rio Madeira, já em Porto Velho.

Com o gentílico de jiparanaense, o município conta com cerca de 111.010 habitantes, e uma densidade demográfica de 16,09 habitantes por km², segundo Censo 2007 realizado pelo IBGE.

O município de Ji-Paraná está localizado no centro-leste do estado de Rondônia, fazendo ao Norte divisa com os municípios interioranos Vale do Anari, Theobroma e Vale do Paraíso; à Oeste com os municípios de Ouro Preto d'Oeste, Teixeirópolis, Urupá e Alvorada d'Oeste; ao Sul com os municípios de Presidente Médice e Ministro Andreazza; e à Leste como estado do Mato Grosso.

Ji-Paraná está elevada a 170 metros em relação ao nível do mar, possuindo uma área territorial de 6897 km², representando 2,9 % do estado de Rondônia.

O município conta com um aeroporto de vôos domésticos com capacidade para aviões de pequeno e médio porte, operando com vôos diários para as principais cidades da região. O município é cortado pela rodovia BR-364, que liga Ji-Paraná a capital Porto Velho, sentido norte (384 km) e a Cuibá, sentido sul (1100 km), além de contar ainda com rodovias e estradas estaduais que interligam a cidade a outras regiões do município e estado.

Visita ao Presídio Urso Branco | 25.10.2010【S.RÏVER】

No dia 25 de outubro de 2010 visitei a penitenciária de segurança máxima José Mário Alves da Silva, o Urso Branco, em Porto Velho. A penitenciária ganhou conhecimento internacional por causa das trágicas rebeliões que acarretaram em aterrorizantes chacinas, chamando a atenção de entidades de direitos humanos nacionais e internacionais para o descaso no sistema penitenciário brasileiro.

Em uma das rebeliões os presos tomaram quase todo o complexo, inclusive a parte administrativa e a área do chamado "seguro", de onde os rebelados escolheram suas vítimas, que foram estranguladas, decaptadas e esquartejadas. Na caixa d'água do estabelecimento penal os rebelados mataram e expuseram corpos mutilados, formando algumas das cenas mais bizarras veículadas pela imprensa e internacional.

Os acontecimentos no Urso Branco culminou a condenação do Brasil junto à Corte Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos. Hoje a penitenciária está totalmente controlada, mas em estado de atenção, sendo visitada periodicamente pela comissão da Corte Interamericana que é destacada de Brasília para visitar a unidade penal.

domingo, 17 de outubro de 2010

Cem anos da Primeira Caixa d'Água【S.RÏVER】



Neste ano de 2010 (em data exata desconhecida) a primeira das Três Caixas d'Água completará (ou completou) 100 anos de instalação.

Todas as três caixas d'água vieram em kits dos Estados Unidos, sendo que a primeira oeste foi instalada em 1910, e as outras duas em 1912, no ano em que a Ferrovia Madeira-Mamoré foi finalmente concluída.

As Três Caixas d'Água abasteceram a cidade de Porto Velho até o final da década de 1950, quando em 1957 foram desativadas. Hoje são monumentos da cidade, localizadas no entorno da área tombada pelo IPHAN como patrimônio histórico nacional do Brasil, além de figurarem a bandeira e o brasão da capital rondoniana.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Parada da Independência do Brasil 2010 【S.RÏVER】



Neste dia comemorativo de 07 de setembro (07.09.2010) aconteceu na Av. Imigrantes (ou Costa e Silva), em Porto Velho, a tradicional Parada da Independência do Brasil, que como já é tradição contou com os desfiles de soldados das Forças Armadas, bem como da Polícia Militar, Bombeiros, além de órgãos civis (como Polícia Federal e Defesa Civil) e diversas escolas da capital rondoniana.

PS: como algo que está se tornando uma praxe negativa é o atraso do evento, sempre por causa do governador. Entretanto neste ano o atraso, que sempre vai ser inconveniente, foi menos maçante que em 2009, quando o calor esteve muito forte.

Dia D de Combate à Corrupção em Porto Velho 【S.RÏVER】

sábado, 4 de setembro de 2010

Dia D de Combate à Corrupção em Porto Velho




O Dia D de Combate à Corrupção foi um evento que aconteceu em várias cidades do Brasil no dia 03 de setembro de 2010. Em Porto Velho o evento aconteceu na praça Jonathas Pedrosa no centro da cidade, e contou com a presença de várias autoridades civis estaduais e federais dos mais diversos órgãos e entidades.

O evento contou ainda com a entrega de panfletos e folders, versando sobre a não venda de votos bem sobre os procedimentos de como votar. Urnas eletrônicas também foram disponibilizadas para qualquer do povo que quisesse ensaiar ou então mesmo relembrar de como se usa a urna eletrônica, bem como sobre a ordem de apresentação dos cargos políticos na tela da urna. Primeiro Deputado Estadual, em seguida Deputado Federal, depois os dois Senadores, Governador e Presidente da República.

Após a solenidade de abertura com a apresentação das autoridades, foram exibidos vídeos institucionais sobre as eleições, além da disponibilidade do microfone ficou aberto para a população a fim de que pudesse se manifestar. O que de fato aconteceu. Muitas pessoas aproveitaram essa oportunidade para falar sobre suas idéias, criticar, comentar e fazer seus questionamentos sobre as eleições que se aproxima.



Eventos como esse são de demasiada importância, uma vez que em época eleitoral muitas coisas obscuras costumam acontecer, como a compra de voto. Seja em troca de dinheiro, materias ou favores pessoais essa prática é sempre nocisa e fere o bom exercício da democracia, além de atrapalhar o processo eleitoral. A compra de voto traz sempre grandes e lastimáveis consequências não só para quem vende, como também para todo o estado ou país. Um candidato que compra votos em troca de qualquer coisa ou por meio de coação é um grande exemplo de um futuro político corrupto/bandido.

E algo mais absurdo e revoltante é a impunidade existente no pais graças ao próprio Estado, uma vez que Justiça Brasileira permite a possibilidade exagerada de recursos, garantia essa que é geralmente possível e viável para os poderosos, aliado ainda à morosidade no trâmite dos processos, o nosso sistema estatal agracia o político corrupto, uma vez que o processo pode levar o tempo de um mandato inteiro. Além de haver outros meios de burlar a legislação ou mesmo "comprar a justiça", sim, isso apesar de triste e revoltante no Brasil se sabe que é possível e de fato acontece.

É importante que se saiba escolher muito bem seus candidatos. A Justiça Eleitoral disponibiliza a lista dos candidatos "Ficha Suja", porém cabe a cada eleitor buscar saber quanto a idoneidade de seus candidatos, seja pesquisando sua biografia ou atentando para o que ele fez ou falam dele. Assista aos debates, procure ver as propostas e avaliar as idéias deles, sempre buscando saber da veracidade e possibilidade do que falam, levando em consideração que muitos candidatos costumam erradas coisas erradas e impossíveis durante as campanhas, sempre com a finalidade de encantar a conquistar eleitores, o que acabem sempre conseguindo quando o eleitor é desatento ou ignorante.

Muitas pessoas no passado sofreram para que hoje no Brasil o povo possa votar, é essa concessão vem como imposição, já que todos os eleitores são obrigado a votar, porém não seja por isso que se permita banalizar essa prática. Quem se abstem de votar permite que outro escolha em seu lugar, o que nem sempre é a melhor escolha, e no final todos acabam sofrendo.



domingo, 22 de agosto de 2010

JI-PARANÁ, Coração de Rondônia


Conhecida como "Coração de Rondônia", Ji-Paraná é a segunda maior cidade do estado de Rondônia em importância, ficando atrás somente da capital Porto Velho.

A cidade é dividida em dois distritos, separados pelo rio Machado e ligados por uma ponte da rodovia BR-364.


O rio Machado, também conhecido como Ji-Paraná, é maior rio genuinamente rondoniano, nascendo no sul do estado e desaguando no rio Madeira, já em Porto Velho.



BREVE HISTÓRICO ||||||||||

Com a grande seca que atingiu o Nordeste do Brasil entre 1877 a 1880 houve uma grande corrente migratória para esta parte da Amazônia, tendo os rios como verdadeiras estradas.

Durante o percurso desses rios, em especial o do rio Machado, muitos povoados se formaram , sendo o primeiro deles nessa parte de Rondônia formado na confluência do rio Urupá, que serviu de base de abastecimento aos que se fixaram na região, em especial seringueiros e garimpeiros atraídos pelo potencial extrativista da época.

Durante a construção da ferrovia Madeira-Mamoré acontecia paralelamente a instalação da linha telegráfica ligando Cuibá a Porto Velho, comandada pelo Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, onde nessa região instalou a primeira Estação Telegráfica a qual nomeou de Presidente Pena, em homenagem ao Presidente da República Afonso Augusto Moreira Pena.


Em torno da casa de Rondon o povoado se expandiu formando o que hoje é a sede do município de Ji-Paraná, atraindo imigrantes principalmente do sul do país.

Até de tornar de fato município, Ji-Paraná foi denominada por vários nomes, como Vila Urupá, Presidente Penna e Vila de Rondônia.


O Presidente da República Ernesto Geisel deu emancipação à Vila de Rondônia em 11 de outubro de 1977, através da Lei nº 6448, transformando-a no atual município de Ji-Paraná, com istalação em 22 de novembro de 1977, tendo sua porção territorial desmembrada da Comarca de Porto Velho, capital do estado.
 

 
 
 
DADOS GERAIS ||||||||||
 
Com o gentílico de jiparanaense, o município conta com cerca de 111.010 habitantes, e uma densidade demográfica de 16,09 habitantes por km², segundo Censo 2007 realizado pelo IBGE.
 
O município de Ji-Paraná está localizado no centro-leste do estado de Rondônia, fazendo ao Norte divisa com os municípios interioranos Vale do Anari, Theobroma e Vale do Paraíso; à Oeste com os municípios de Ouro Preto d'Oeste, Teixeirópolis, Urupá e Alvorada d'Oeste; ao Sul com os municípios de Presidente Médice e Ministro Andreazza; e à Leste como estado do Mato Grosso.
 
Ji-Paraná está elevada a 170 metros em relação ao nível do mar, possuindo uma área territorial de 6897 km², representando 2,9 % do estado de Rondônia.
 
O município conta com um aeroporto de vôos domésticos com capacidade para aviões de pequeno e médio porte, operando com vôos diários para as principais cidades da região. O município é cortado pela reodovia BR-364, que liga Ji-Paraná a capital Porto Velho, sentido norte (384 km) e a Cuibá, sentido sul (1100 km), além de contar ainda com rodovias e estradas estaduais que interligam a cidade a outras regiões do município e estado.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Campanha Eleitoral em Rondônia | 2010

Corrida eleitoral típica do estado de Rondônia. "Situações que só acontecem em Marte".
___________________________________________________

"Porto Velho, 18 de agosto de 2010.

A corrida eleitoral para as Eleições 2010 está a todo vapor no país inteiro, mas especialmente aqui no estado de Rondônia; o que não chega a ser uma surpresa, situações não muito corretas e honestas já começaram a acontecer, e o que é mais preocupante é o fato desse tipo de comportamento reprovável partir da campanha do candidato que acabara de deixar a governadoria do estado (na época passando de vice para assumir o governo em substituição a outro não muito conceituado, que por sua vez deixara o Governo do Estado de Rondônia em meio a um processo sobre compra de votos, e visando concorrer nestas eleições a uma cadeira no Senado Federal.

O Senado Federal do Brasil, tido como a mais importante das casas do Congresso, tem sido recentemente (pelo menos veio ao conhecimento da sociedade), palco de acontecimentos absurdos e alarmantes. E o que vemos é a possibilidade de surgir mais um senador que não presta depois dessas eleições, e o pior, representando o estado de Rondônia. O Senado já foi bem visto pela sociedade brasileira num passado nostálgico, uma vez que já foi sério e responsável, com seus ideais e compromisso com o povo. Hoje, o Senado é um grande centro de corrupção e banditismo, onde impera a farra com o dinheiro público e o desrespeito aos estados cujos senadores representam. Portanto não seria nada bom permitir que um candidato que já demonstrou não ser digno de confiança (segundo apuração da PF), durante sua administração numa cidade, e na vitória para o governo do Estado de Rondônia, possa possivelmente corroborar ainda mais para a podridão que existe atualmente no Senado Federal.

Voltando aos acontecimentos tão obscuros quanto o já comentado, o candidato ao governo do Estado de Rondônia, João Cahulla, por meio de sua equipe de campanha (segundo pessoas do povo), tem usado a Administração Pública do Estado de Rondônia em suas manifestações de promoção eleitoral.

No Executivo do estado de Rondônia existem servidores públicos comissionados, estatutários ou os dois, isto é, servidores comissionados são aqueles que recebem por um CDS (Cargo de Direção Superior) cuja nomeação e exoneração são de livre vontade da Administração/Governador (pelo menos em Rondônia essa idéia é levada muito ao pé da letra, somando ainda às conveniências pessoais da autoridade), já servidores estatutários são aqueles que ingressam no quadro de pessoal do estado mediante classificação em Concurso Público, mas também temos aqueles que apesar de serem estatutários também recebem por um CDS (quando exercem um cargo de chefia, o que em determinadas situações, na prática, não é regra). Nessa última situação a autoridade também pode conceder ou revogar o cargo em comissão quando bem entender a servidores efetivos.

São justamente esses servidores públicos que estão sendo coagidos a participarem das campanhas eleitorais de João Cahulla ao governo. O mesmo se vale de sua influência e significativa possibilidade de retornar ao governo do estado, para usar os servidores comissionados que colocara no quadro de servidores mediante exclusiva concessão de CDS ou aqueles servidores efetivos a quem concedera cargo em comissão, quando governador do estado (incluindo ainda aqueles que foram nomeados pelo então governador Ivo Cassol – do qual Cahulla era vice) obrigando-os a fazer o que, geralmente, não querem sob a ameaça de serem sumariamente demitidos (exonerados) caso Cahulla se torne governador depois dessas Eleições, levando em consideração que em época eleitoral ficam suspensas as nomeações e exonerações de pessoal em cargo comissionado.

O critério para se colocar uma pessoa sem concurso público em funções na Administração de Rondônia, em geral e aparentemente não existe, apenas o governador do estado se vale disso para colocar qualquer pessoa (mesmo sem qualquer experiência ou pelo menos sem o mínimo grau de instrução exigido pro cargo) a fim de que possa controlá-lo da forma que quiser, e é isso que ao ver do povo está acontecendo hoje.

O CDS a meu ver deveria ser usado para a contratação de pessoal com significativo grau conhecimento e qualificação, além de demasiada idoneidade para exercer (sempre) cargos de chefia. Servidores comissionados geralmente são chefes de servidores efetivos (concursados) daí a grande responsabilidade, porém em Rondônia são o que deveria ser regra é excepcional. São poucos os servidores comissionados que exercem na prática funções de chefia, pois na realidade usam o CDS para criar cabides de empregos em órgãos/entidades do estado, geralmente havendo jogo de interesses políticos/particulares nessas referidas nomeações.

Essa suposta perseguição e coação acontecem a servidores dos mais diversos órgãos e entidades do Estado, como exemplo cito o Departamento Estadual de Trânsito (que apesar de ser uma autarquia está longe ser uma de fato) e a Secretaria de Estado da Saúde (órgão do estado de Rondônia) onde seus servidores são “convidados” durante o expediente, a participarem de manifestações da campanha de Cahulla. O convite é feito de maneira sucinta, porém é contundente as possíveis conseqüências de não comparecerem no local marcado, pois sabem que podem perder seus cargos ou funções se não forem, o que inclusive foi deixado bem claro em reuniões anteriores com esses servidores que recebem comissão. Segundo comentários (que estão longe de serem falsos) a esposa de Cahulla, quando governador, chegou a dizer com todas as palavras que usam a máquina pública para se favorecerem ao dizer (segundo tais comentários e não exatamente nessas palavras) que aqueles que recebem por cargos em comissão têm como obrigação ajudar na campanha de Cahulla e Ivo Cassol para governador e senador respectivamente (como se o dinheiro que paga esses servidores saísse dos bolsos desses políticos, e não dos cofres do Estado), e sentenciou que àqueles que não quisessem participar das campanhas de seu esposo que pedissem exoneração de seus cargos.

Esses servidores também chegam a ser de certa forma obrigados a colarem em seus veículos adesivos da campanha eleitoral de Cahulla para o governo (o que chegara a ser bem evidente nos estacionamentos de órgãos públicos do estado, até o dia 18.08.2010), bem como a participar de pit stop’s nos cruzamentos viários mais movimentados da cidade de Porto Velho, contando inclusive com lista nominal dos servidores, a fim de verificar a presença de quem deveriam comparecer no local. É certo que alguns realmente gostam, mas a maioria se sente obrigada, mesmo porque tem que levantar faixas e balançar bandeiras da campanha em baixo do sol abrasador típico da região e fumaça que toma conta da cidade.

Av. Carlos Gomes com Rodovia Jorge Teixeira;
Av. Rio Madeira com Av. Calama;
Av. Amazonas com Av. Guaporé;
Av. Rio Madeira com Amazonas...

É verdade que existem aqueles servidores que recebem comissão mas que por sua vez se garantem no seu serviço, não precisando se submeter a essa prática desonesta e imoral, porém existem outros servidores comissionados que precisam dessa comissão para viver com um mínimo de dignidade, pois têm famílias e grandes problemas domésticos para administrarem e tal remuneração mensal que recebem é imprescindível. E é disso que Cahulla e sua equipe de campanha se aproveitam. Usam dessa posição dos servidores comissionados para se favorecerem, obrigando essas pessoas a fazerem esse tipo de coisa que, em muitos dos casos, não querem, entretanto precisam, já que estão sob a ameaça de perderem sua comissão, ou para muitos equivale a sua fonte de renda mensal total (os exclusivamente comissionados).

Vale lembrar que pelo visto os estagiários também sofrem essa suposta coação, pois em algumas entidades não há concurso para contratação de estagiários, mas sim a escolha livre da autoridade que comanda tal ente, em parceria com organizações como IEL ou CIEE. Pois nas mesmas reuniões que os servidores que recebem comissão são obrigados a participar os estagiários também são. Ás vezes chegam a preferir que os jovens faltem às aulas ou atividades escolares para comparecerem nas tais reuniões, ou mesmo, nos atuais pit stop’s, caso contrário poderão ser convidados a deixarem a entidade/órgão.

Muito me admira que os concorrentes de Cahulla não se atentem para essa situação, uma vez que é de conhecimento de todos que essa prática é verdadeira. Particularmente a maioria esmagadora do que foi relatado aqui partiu de servidores que escutei em parada de ônibus ou mesmo na faculdade, ou enquanto esperava atendimento numa fila. Tudo isso é de conhecimento de muitos, mas o que não entendo é o fato de nada ser feito!

Achei que poderia confiar no Ministério Público, que apesar de ser uno tem uma especialização na seara eleitoral (MP Eleitoral), e por ser o “custus legis” (fiscal da lei) do Estado imaginava que a sociedade pudesse ficar tranqüila, uma vez que um órgão estaria cuidando de seus interesses, porém não é o que vemos na prática. O MP está inerte pra muitas coisas que acontecem “embaixo de seu nariz”. Por isso digo que apesar do MP ser considerado quase um “quarto Poder”, perde espaço para a atuação da imprensa, pois atualmente a imprensa está fazendo muito bem às vezes de Ministério Público, quando desarticula grandes quadrilhas ou trazem à tona grandes escândalos de corrupção através de ótimas reportagens investigativas, quando só então os órgãos competentes aparecem pra fazer alguma coisa.

Sim, outros órgãos devem ser atentados, como o Tribunal de Contas (outra decepção em Rondônia, já que é um órgão pertencente ao Poder Legislativo, cuja ALE-RO ainda nos trás péssimas recordações) que deveria exercer de fato com maior rigor e responsabilidade o controle dos gastos nos órgãos de qualquer Poder ou entidade. Enfim, são muitos os órgãos que na teoria deveriam exercer um papel fiscalizador ou controlador, mas que infelizmente na prática em Rondônia não vemos isso acontecer com a intensidade que deveria, a fim de erradicar ou no mínimo amenizar os comportamentos abusivos e nocivos ao desenvolvimento e integridade do estado de Rondônia.

A partir desse texto espero que algum órgão competente se sinta finalmente provocado a fazer alguma investigação, para apurar tais acontecimentos, a fim de que neste ano de 2010 tenhamos uma Eleição Limpa, e nos anos posteriores uma administração honesta e de fato, respeitosa".
_________________________________________________________