quarta-feira, 29 de julho de 2009

Amazônia dos Amazônidas



Com o projeto Porto Velho – Rondônia/Brasil, busquei apresentar e divulgar a capital do estado de Rondônia através de vídeos, que apesar de modestos tive consideráveis resultados no You Tube; a aceitação do público foi muito boa, o que me deixa demasiado contente, obrigado a todos que assistiram aos vídeos, e saibam que Porto Velho os espera, venha nos fazer uma visita!

Agora estou iniciando um novo projeto: o Amazônia dos Amazônidas. Com uma série de vídeos almejo apresentar a Amazônia de maneira sucinta, simples e clara, com informações, curiosidades e comentários sobre a região.

Com está iniciativa quero apresentar a Amazônia pelo ponto de vista dos amazônidas, quero que você conheça e entenda um pouco mais sobre esta região que é tão magnífica e exuberante quanto marginalizada.

A mais fascinante e rica floresta do mundo, localizada ao norte da América do Sul, desperta grande interesse e cobiça de muitos, com dimensões continentais é a maior floresta tropical do mundo, abrangendo parte dos territórios de oito países sul americanos e da França.


Apesar de fazer parte da Unão Européia, a França também é uma das detentoras de parte da Amazônia, e isso se dá por meio da Guiana França, que nada mais é do que um departamento ultramarino daquele país, isto é, assim como o Alasca e Havaí são extensões do território estadunidense; a Guiana Francesa é uma extensão do território francês na América.


O Brasil é o detentor da maior parte dessa imensa floresta, entretanto é um país que na prática não dá o devido valor à valiosa e preciosa riqueza que tem. O desmatamento corre acelerado no país, e as medida do governo que buscam amenizar o problema são ineficazes, tendo a corrupção e a impunidade como principais fatores para a permanência dos lamentáveis índices de destruição das florestas brasileiras.
Amazônia Legal Brasileira estabelecida no artigo 2º da lei nº 5.173, de outubro de 1966, ocupa 59% de todo território nacional. abrangendo vastas áreas dos sete estadodos da Região Norte mais outros três. São eles: Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Amapá, Prá, Tocantins, oeste do Maranhão, norte do Mato Grosso, mais cinco municípios de Goiás. Ao todo a Amazônia abrange 775 municípios brasileiros, onde vivem pouco mais de 20 milhões de pessoas de acordo com o Censo 2000.


No Brasil a Amazônica Legal, estabelecida no artigo 2º da Lei nº 5.173, de outubro de 1966, ocupa cerca de 59% do território nacional, ocupando vastas áreas dos sete estados da Região Norte mais parte de três outros, são eles: Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Pará, Amapá, Tocantins, oeste do Maranhão, norte do Mato Grosso e cinco municípios de Goiás.


A Amazônia brasileira tem aproximadamente 5.1 milhões de km². Se fosse um país seria o sexto do mundo em extensão. Dentro dela cabe a metade da Europa, ou mais de uma dúzia de países europeus incluindo a França e a Alemanha.


A floresta amazônica tem cerca de 5 a 30 milhões de plantas diferentes, não se sabe um número preciso por que há muitos lugares na floresta inacessíveis e inexplorados. A Amazônia tem a maior diversidade de espécies da aves, primatas, roedores, jacarés, sapos, insetos, lagartos e peixes de água doce do mundo.

A Amazônia tem a maior bacia hidrográfica do planeta, a bacia Amazônica, tendo o rio Amazonas com principal. O rio Amazonas é o maior do mundo em extensão (6.868 Km) e em volume d'água. Desde sua nascente na Cordilheira dos Andes, o Amazonas recebe reforço de 1.100 afluentes, sendo o principal tributário da margem esquerda o rio Negro (o quarto maior do mundo), e da margem direita o rio Madeira (o quarto maior do Brasil).


CuriosidadeS

O volume de terra que o rio Amazonas joga no mar é tão grande que, graças a esses sedimentos o litoral do Amapá e da Guina Francesa está crescendo. Esse crescimento é perceptível em imagens de satélite.

Durante o ciclo da borracha (1879-1912), a Amazônia foi responsável por quase 40% das exportações brasileiras. Manaus era a capital mundial da venda de diamantes, e seu teatro, com 681 lugares, foi construído na Europa e trazido de navio para ser montado no Brasil.

A ilha do Marajó é na verdade um arquipélago. Estima-se que existam 2000 ilhas que ocupam uma área de 50.000 km², maior que a Suiça.


Ao contrário do que se imagina, os rios mais feios da Amazônia, os de água barrenta, são os mais generosos para a vida na região. Por transportarem sedimentos no decorrer de seu percurso estes rios depositam esses sedimentos no solo durante a enchente, adubando quilômetros nas vizinhanças do rio. Ali, as plantas nascem viçosas quando as águas baixam. Os rios barrentos também têm mais peixes.

Até as próximas edições!


Fonte: Edição Especial da Revista Veja sobre a Amazônia e IBGE.
Postar um comentário