terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Servidores grevistas do DETRAN/RO protestam no lançamento do Novo Espaço Alternativo




A greve dos servidores do DETRAN/RO irá completar dois meses no próximo dia 18 de janeiro. E o Governo do Estado até agora não se propôs a negociar seriamente, mas ao contrário, vem ludibriando o sindicato da categoria - SINSDET - com manobras escusas que tão somente vem prejudicando os usuários do Autarquia. Diante disso, somada à ilegalidades como o desconto em folha dos servidores grevistas sem que o mérito da legalidade ou não da greve fosse julgada pelo Judiciário, outros sindicatos e órgãos fiscalizadores estão dando força à greve, e o Dissídio Coletivo já está em andamento.

O SINSDET tem como reivindicações a realização de concurso público, justiça salarial com isonomia da gratificação de trânsito (que é inerente ao órgão e não a cargos, segundo sua natureza jurídica), melhores condições de trabalho/atendimento aos usuários e respeito ao servidores de carreira da entidade, entre outras reivindicações.

Para se ter uma ideia, alguns setores do DETRAN não tem condições dignas de atendimento ao cidadão. Ora a estrutura física é deficiente, ora os sistemas estão inoperantes, e com isso a demora é uma consequência. E os problemas são mais graves nos prédios anexos do DETRAN em Porto Velho e nas CIRETRAN's da Capital e Interior.















Postar um comentário