segunda-feira, 23 de julho de 2012

EFMM100anos | Professora Espanhola apoia a Candidatura da Madeira-Mamoré


Durante as atividades de aniversário do município de Nova Mamoré, onde fui muito bem recebido por todos naquela cidade, tive também a satisfação de encontrar dois estrangeiros que também são fascinados pela história da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, a Sr.ª Maria Isabel Miro Montoliu - Professora de História da Pedagogia da Universidade de Rovira I Virgili de Tarragona na Catalunha; e o Pe. Inácio Olive Costas - pároco da paróquia Sant Bernat Calbo Reus, ambos cidadãos espanhóis.

Em conversa com a Sr. Maria Isabel e Pe. Inácio fiquei surpreso com o conhecimento que ambos têm sobre a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré e também com o interesse deles pesquisar e conhecer sempre mais sobre este importante patrimônio brasileiro, portanto me senti ainda mais à vontade para falar um pouco mais sobre as condições atuais do acervo ferroviário da Madeira-Mamoré, bem como sobre os trabalhos em prol de sua candidatura à Patrimônio da Humanidade, recebendo uma reação muito positiva daqueles senhores: "onde está a petição? Vamos assinar!".

Diante do entusiasmo da Sr.ª Maria Isabel e do Pe. Inácio resolvi compartilhar com eles alguns arquivos e demais materiais (fotos, montagens, vídeos, textos) sobre a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, os quais a Sr.ª Maria Isabel comentou que lançaria mão deles para apresentar aos seus alunos e também em sua palestras lá na Espanha, e mais, também se comprometeu a colher assinaturas em prol da candidatura da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré na Espanha.

O atitude destes senhores pode ser tida como uma homenagem aos espanhóis que estiveram aqui em solo (atualmente) rondoniense trabalhando arduamente na construção da Madeira-Mamoré, sofrendo todas as adversidades da localidades, mas empenhados na conclusão deste ambicioso e visionário projeto ferroviário em meio à desconhecida e violenta floresta Amazônica. 

O gesto deste senhores é um exemplo para muitos brasileiros. Apesar de serem estrangeiros os mesmos demonstram grande fascínio pela história desta parte do Brasil, em especial a da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré e também sobre os Soldados da Borracha, ao passo que muitos brasileiros desconhecem a própria história. 

As assinaturas a favor da candidatura da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré a Patrimônio da Humanidade podem ser colhidas através de formulário físico, cuja petição para o serviço voluntário de coleta de assinaturas está disponível no seguinte link¹ [http://efmm100anos.files.wordpress.com/2012/06/abaixo-assinado-estrada-de-ferro-madeira-mamorc3a918.pdf]. Também é possível assinar a petição pela Internet através da petição online disponível no seguinte link [http://www.peticoesonline.com/peticao/estrada-de-ferro-mandeira-mamore-para-patrimonio-mundial-da-unesco/443]. Nesta segunda forma de participação é necessário que se confirme o voto a favor da candidatura no e-mail informado no ato da votação no site da petição online.


Postar um comentário