quinta-feira, 17 de março de 2011

VANDALISMO no canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Jirau em Porto Velho


Fotografia: Rondoniaovivo.com
 No final da tarde do último dia 15.03.2011 alguns operários da construção da UHE de Jirau, em Porto Velho (Zona Rural), promoveram uma manifestação em que teve início a depredação de vários veículos e instalações existentes no local. A Polícia Militar de Rondônia chegou na região apenas no dia seguinte, quando a situação foi parcialmente controlada.

Segundo a imprensa local foi noticiado que mais de 50 ônibus e outros veículos foram incendiados, além de instalações como os alojamentos dos próprios operários que foram depredados. Aqueles que não participaram dessa manifestação procuraram deixar o local, entretanto o canteiro obras apesar de estar no município de Porto Velho, está muito distante do perímetro urbano da capital, tendo como regiões povoadas mais próxima os distritos de Jaci-Paraná e Nova Mutum.

Ainda segundo a imprensa local foi noticiado que o departamento de comunicucação social foi saqueado por manifestantes encapuzados que pegavam  tudo o que "viam pela frente e ameaçando atear fogo no escritório". E caixas eletrônicos foram violados e carregados para uma região de matagal, onde o dinheiro contido dentro dos mesmos foi rateado entre um grupo de manifestantes.

A Polícia Militar já se encontra no local e permanecerá até que a situação esteja totalmente sob controle, e foi noticiado nesta quinta-feira (17.03.2011) que o Governo do Estado de Rondônia já pediu solicitou ajuda da Força de Nacional de Segurança a fim de evitar novos atos de vandalismo no canteiro de obras da UHE de Jirau.

Uma das razões para tudo isso pode ser a seguinte: como estão instalados os canteiros de obras de duas grandes usinas hidrelétricas no município, as mesmas absorvem um grande número de mão-de-obra que por sua vez não a encontra com facilidade por aqui, obrigando os consórcios a reduzirem os rigores de contratação, como a exigência de antecedentes criminais e avaliação mais minuciosa do perfil de seus candidados à contratação. Pode-se entender que os consórcios de Santo Antônio e Jirau estão contratando de maneira mais célere ante a necessidade de pessoal, e entre esses contratados alguns não são tão idôneos como se esperava, mas ao contrário, o que justifica os verdadeiros atos de vandalismo; criminalidade que aconteceu nessa semana no canteiro de obras da Usina de Jirau.

As fotos a seguir foram capturadas pela equipe de jornalismo do site Rondoniaovivo.com:




Postar um comentário