domingo, 24 de junho de 2012

O Julgamento de Branca Dias: Uma produção Rondoniense



No último sábado do dia 23 de junho (2012), finalmente após amistosos convites tive a grata oportunidade de assistir a peça teatral “O Julgamento de Branca Dias pela Santa Inquisição”, em cartaz no Teatro 1 do SESC em Porto Velho, até 30 de julho de 2012.

A produção rondoniense que é inspirada na obra do dramaturgo baiano Dias Gomes está sendo realizada pelo Grupo de Teatro Abstractos, tendo a direção e produção comandadas por Evaldo Leão, e elenco composto pelos jovens Andressa Silva (como Branca Dias), Kelvin Ribeiro (Padre Bernardo), Dario Bandeira (Guarda, Notário e Augusto Coutinho), Eduardo Barros (violino), e também esteve no palco o próprio diretor do espetáculo, Evaldo Leão (Visitador do Santo Ofício e Simão Dias) .


A peça conta de forma breve (cerca de uma hora) os fatos e acontecimento que levaram Branca Dias a ser julgada pela Igreja Católica, mostrando de forma acessível o rigor com que a igreja tratava os seus fiéis, a ponto de julgar, torturar e condenar aqueles que de algum modo demonstrasse deixar de lado seus preceitos.

Os atores se apresentavam muito compenetrados e seus papéis, utilizando-se do cenário e iluminação para realizarem as passagens de cenas de forma harmoniosa, como a encenação da lembrança de uma das personagens.

Importante lembrar que sem qualquer prejuízo no andamento da peça o ator Dario Bandeira vivencia três personagens durante o espetáculo, o guarda, o notário e Augusto Coutinho (noivo de Branca Dias); e assim como Evaldo Leão interpreta dois personagens, o visitador do Santo Ofício e Simão Dias (pai de Branca Dias).  Ambos fazem a troca de personagens no palco enquanto a atenção se volta para a cena dos demais personagens.

O “Julgamento de Branca Dias pela Santa Inquisição” está terminando a sua temporada, com as últimas apresentações previstas para os dias 29 e 30 de junho, a partir das 20:30h no Teatro 1 do SESC, portanto ainda há duas oportunidades para conferir esta produção regional que levou muitos portovelhenses ao teatro.

Em 1º de julho outro espetáculo entra em cena. “Cabaret: Paródia do Amor Romântico” é mais um espetáculo produzido por artistas locais que promete também ser um grande sucesso!


Postar um comentário