sábado, 20 de dezembro de 2014

Das 10 grandes chacinas que marcaram o Brasil duas foram em Rondônia

A penitência José Mário Alves da Silva, mais conhecida como "Urso Branco", foi o centro de duas grandes rebeliões que resultaram na morte brutal de vários presos. A primeira e a mais sengrenta foi a de 2002, que teve início quando misturaram presos do seguro com presos comuns. Às 21h00min de 1º de janeiro de 2002 deu-se início a rebelião que culminou na morte de 45 presos, vários deles mutilados por golpes de chuchos, esquartejados e decapitados. O caso teve repercussão internacional.

Outra chacina que levou Rondônia novamente ao cenário internacional foi o massacre ocorrido na reserva Roosevelt, que teve início em 07 de abril de abril de 2004 com o conflito entre índios cintas-largas e garimpeiros que extraiam diamantes da região. No total 29 garimpeiros foram mortos.

>>> Confira a notícia na íntegra

OUTRAS MATÉRIAS

Termina rebelião na Penintenciária de Urso Branco em Rondônia
Em 22 de abril de 2004 a agência internacional de notícias Reuters informa o fim da segunda maior rebelião na penitenciária Urso Branco: "'Eles estão caçando gatos, mas não há muitos para alimentá-los', disse o tenente da Polícia Militar Carlos Alberto Teixeira por telefone à Reuters antes do fim da rebelião".

A Casa de Detenção José Mário Alves da Silva - O Urso Branco
Tribunal de Justiça de Rondônia apresenta informações genéricas sobre a penitenciária e as chacinas ocorridas em 2002 e 2004.
Postar um comentário